21/12/2017

Memória

Edit Feito para você por com Sem Visão


Chega essa época do ano e parece que as pessoas esquecem dos problemas, esquecem dos erros, esquecem das promessas e apenas ficam boazinhas.
Dizem que o Natal é um momento de amor, mas esse amor não existe o ano todo?
Veja o meu caso, tem uma pessoa que apareceu em nossa vida a prometer amor, dedicação, que estaria presente na rotina da família e sumiu … Agora que é Natal a pessoa aparece e deseja fazer parte desse amor único e incondicional.
É justo? Não!
Será que a minha família não existe e apenas é lembrada no Natal para fazer foto para as redes sociais?
Será que o nosso amor é tão falso que não vale a pena estar por perto?
Nós precisamos de respeito, carinho, atitudes e não falsos familiares!
Precisamos de reconstruir a nossa vida em outro país e cadê a procuração de viagem?
Precisamos de liberdade para recomeçar e continuar a viver de forma única e significativa através de um único sentimento: o AMOR!
Portanto, reflita: Faça para o próximo, aquilo que gostaria que fizessem por ti!
Um beijo,

Carolina Mariano
Uma luso-brasileira pelo mundo e mãe/pai de duas crianças lindas.

13/10/2017

Farta!

Edit Feito para você por com 7 Visões
O que adianta trabalhar tanto, economizar, lutar e quando achas que esta no caminho certo ... algum idiota vem e atrapalha tudo?
Farta de acreditar nas pessoas e por isso acho que sempre estive certa, isto é, lidar com máquinas é muito mais fácil!

Veja:
- eu desejo apenas uma procuração de viagem e fui obrigada a falar com o tribunal!
- eu empresto dinheiro a confiar que vou receber de volta e fui enganada (acho, para não dizer que tenho a certeza,  que não vou recebe-lo de volta).
- eu preciso dormir, mas a correria da vida permite apenas que eu descanse os olhos ...
Além de tanta coisa...

E mesmo assim eu tenho que sorrir e dizer: Estou ótima!
Será que é difícil perceber que eu tenho direito de ter paz, de reconstruir a minha vida e não precisar dizer onde estou?!

Cansei ....

(e você que está a dever dinheiro para uma mãe, ganha vergonha e paga! )

18/06/2017

A mãe rebelde

Edit Feito para você por com 1 visão


Hoje eu preciso escrever.
Ser mãe fez-me aprender que cada segundo é precioso, que um par de brincos da marca do momento tem que esperar, que os amigos não compreenderão que não estou zangada ... apenas não tenho tempo de responder a mensagem, que o meu dinheiro é sagrado, que a televisão é para assistir os canais de desenho, que serei um dicionário ambulante, que já não sinto nojo de nada, que sua escala de trabalho X escala do ginásio x escala do supermercado x escala para dormir x escala para fazer xixi é anotado na agenda do dia que tem apenas 24h hahahahahaha
E mesmo assim ainda querem falar mal de mim?
Como assim?
Há várias mulheres-mães com uma rotina similar a minha e somos felizes!
Agora, por favor, não encha o saco e não fale mal de uma mãe …
Genteeeeeee, isso é sério! Não quer ajudar, não atrapalha …

Veja os trabalhos das mães abaixo e pega como exemplo.

  • Doce Fabriqueta da Kezia - @keziachvs (Actua em Sumaré – Brasil)
  • Marianos Gourmet - @marianosgourmet (Actua em Setubal – Portugal)
  • Beckitaaa - @beckitaaa (Actua em Santos – Brasil)
  • Help Cabeleleiro - @help_cabeleireiro (Actua em Setubal – Portugal)
  • Luciana Gregório – Tratamento Estético para Idosos Domiciliar - @lucianamartins6100 (Actua em Lisboa  – Portugal)

Viu? Cada uma tentando ganhar o seu dinheiro honesto e sem tempo de falar mal da vida alheia!
Aprenda com elas, aprenda com você e seja feliz!

#ficaadica
A mãe rebelde

11/06/2017

Violência contra mulher não é só física

Edit Feito para você por com Sem Visão
A Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006) é a principal legislação brasileira para a enfrentar a violência contra a mulher. A norma é reconhecida pela ONU como uma das três melhores legislações do mundo no enfrentamento à violência de gênero.

Além da Lei Maria da Penha, a Lei do Feminicídio, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em 2015, colocou a morte de mulheres no rol de crimes hediondos e diminuiu a tolerância nesses caso.

Mas o que poucos sabem é que a violência doméstica vai muito além da agressão física ou do estupro.  A Lei Maria da Penha classifica os tipos de abuso contra a mulher nas seguintes categorias: violência patrimonial, violência sexual, violência física, violência moral e violência psicológica.

Conheça algumas formas de agressões que são consideradas violência doméstica no Brasil:

1: Humilhar, xingar e diminuir a autoestima
Agressões como humilhação, desvalorização moral ou deboche público em relação a mulher constam como tipos de violência emocional.

2: Tirar a liberdade de crença
Um homem não pode restringir a ação, a decisão ou a crença de uma mulher. Isso também é considerado como uma forma de violência psicológica.

3: Fazer a mulher achar que está ficando louca
Há inclusive um nome para isso: o gaslighting. Uma forma de abuso mental que consiste em distorcer os fatos e omitir situações para deixar a vítima em dúvida sobre a sua memória e sanidade.

4: Controlar e oprimir a mulher
Aqui o que conta é o comportamento obsessivo do homem sobre a mulher, como querer controlar o que ela faz, não deixá-la sair, isolar sua família e amigos ou procurar mensagens no celular ou e-mail.

5: Expor a vida íntima
Falar sobre a vida do casal para outros é considerado uma forma de violência moral, como por exemplo vazar fotos íntimas nas redes sociais como forma de vingança.

6: Atirar objetos, sacudir e apertar os braços
Nem toda violência física é o espancamento. São considerados também como abuso físico a tentativa de arremessar objetos, com a intenção de machucar, sacudir e segurar com força uma mulher.

7: Forçar atos sexuais desconfortáveis
Não é só forçar o sexo que consta como violência sexual. Obrigar a mulher a fazer atos sexuais que causam desconforto ou repulsa, como a realização de fetiches, também é violência.

8: Impedir a mulher de prevenir a gravidez ou obrigá-la a abortar
O ato de impedir uma mulher de usar métodos contraceptivos, como a pílula do dia seguinte ou o anticoncepcional, é considerado uma prática da violência sexual. Da mesma forma, obrigar uma mulher a abortar também é outra forma de abuso.

9: Controlar o dinheiro ou reter documentos
Se o homem tenta controlar, guardar ou tirar o dinheiro de uma mulher contra a sua vontade, assim como guardar documentos pessoais da mulher, isso é considerado uma forma de violência patrimonial.

10: Quebrar objetos da mulher
Outra forma de violência ao patrimônio da mulher é causar danos de propósito a objetos dela, ou objetos que ela goste.

Fonte:
Portal Brasil

22/04/2017

Choro dos Bebés

Edit Feito para você por com Sem Visão
Recebemos um email muito simpático e decidimos publicar.

Sou aluna de Mestrado, na área de Psicologia Clínica e da Saúde, na Psicologia da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, e encontro-me a desenvolver um estudo acerca do "Choro dos bebés".
Sigo a sua página há já algum tempo, uma vez que é muito direcionado para mães/ Mulheres, a população-alvo do meu estudo, neste sentido, venho pedir se pode publicar o link do questionário do meu estudo no seu blog/página de facebook, de forma a poder obter o máximo de amostra possível. É um questionário simples, de fácil e rápido preenchimento. A sua ajuda seria muito útil, uma vez que está a ser difícil obter respondentes.

Link do questionário:
https://docs.google.com/forms/d/1VXCQRNI3eWkemFRKhNJI3RxJKS8qNzlIyI08Yr37oxw/edit?usp=forms_home

Encontro-me disponível para qualquer esclarecimento acerca do estudo.

Continuação de um excelente trabalho!
Obrigada pela atenção e peço desculpa por algum tipo de incómodo,​
Ariana Roque Brito

Nunca será um incómodo receber pedidos para ajudar! :D
Mamãs do Mundo, vamos ajudar?

08/03/2017

Os 6 Segredos para Educar com Respeito, Amor e Liberdade!

Edit Feito para você por com Sem Visão

[Conferência On line Gratuita] “Os 6 Segredos para Educar com Respeito, Amor e Liberdade!”

 
Olá,

Como vai?

Por aqui tudo caminhando bem, algumas mudanças neste início de ano e neste momento as coisas começaram a entrar em ordem! :)

Te escrevo para contar também que nesta quinta-feira dia 09 de março, às 21h, vou fazer uma conferência especial sobre

“Os 6 Segredos que todo Pai e Mãe deve saber para Educar com Respeito, Amor e Liberdade”.

Na qual vamos conversar sobre:

Como inspirar Autonomia para seu filho;
Como estabelecer uma Rotina Saudável para sua Família, na qual você ganha tempo livre para fazer o que quiser e seu filho ganha muito mais qualidade de vida e Auto Confiança;
Como apoiar seu filho, a se tornar um adulto Seguro capaz de Expressar o que Sente;

Esta é uma conferência que criei quando lancei o Programa “Pais Conscientes, Crianças Felizes” há uns 3 anos atrás e que estou atualizando para te apoiar em seus desafios diários com seu pequeno! Vai ser incrível e GRATUITA!!!

Para participar inscreva-se neste LINK: https://beefamily.mykajabi.com/a/3573/5BoSuvoe
Se sentir vontade convide seus amigos que tenham filhos entre 0 e 7 anos eles também podem se beneficiar muito deste encontro! (Basta enviar este link de inscrição por email, whatsapp, Facebook…)

Nos vemos nesta quinta às 21h!

Com carinho,
Clarissa Yakiara

Email: clarissa@beefamily.com.br

30/12/2016

Com Fúria e Raiva

Edit Feito para você por com Sem Visão

Com fúria e raiva acuso o demagogo
E o seu capitalismo das palavras

Pois é preciso saber que a palavra é sagrada
Que de longe muito longe um povo a trouxe
E nela pôs sua alma confiada

De longe muito longe desde o início
O homem soube de si pela palavra
E nomeou a pedra a flor a água
E tudo emergiu porque ele disse

Com fúria e raiva acuso o demagogo
Que se promove à sombra da palavra
E da palavra faz poder e jogo
E transforma as palavras em moeda
Como se fez com o trigo e com a terra

Sophia de Mello Breyner Andresen, in "O Nome das Coisas"

29/12/2016

QUERIDA MAMÃE

Edit Feito para você por com Sem Visão

Tu que nos guardaste em teu ventre aquecido e do mundo fomos protegidos...
Tu que nos trouxeste para a vida, o que mais poderíamos querer?
Nos deste um cantinho dentro de ti e já crescidinhos nascemos para te conhecer...
Em teus braços fomos acalentados com teu amor e dedicação.
Nosso coração por ti, todos os dias acariciado...
Te conhecer por fora é só uma forma de nos fortalecer para o mundo, mas o que há de mais profundo vem do teu íntimo Ser...
Oh! Maravilhosa Criatura... Nascida do Amor Divino
que nos ampara a todos os momentos de nosso Viver!
O que mais poderíamos querer?
Rogar com todas as forças que Deus abençoe a todas as mães e se nem sempre ao nosso lado podemos te ter até tua lembrança nos faz reviver... que maravilha...
Você nunca estará sozinha Querida Mamãe!

José Guilherme S. Filho